534Visitas |  Like

Uva-passa nas comidas de Natal, sim! Conheça os benefícios do ingrediente

Colocar ou não colocar uva-passa nas comidas de Natal: eis a questão! As comemorações de fim de ano estão aí e a internet já polemiza sobre a presença frutinha roxa na comida. Se você é defensor de que comida de Natal e Ano-Novo não deve ter uva-passa, saiba que a fruta traz diversos benefícios à saúde.

A uva-passa possui mais compostos fenólicos do que a fruta fresca, isso ocorre porque estas substâncias se concentram no processo de desidratação. Além de conter grande quantidade de fibras e carboidratos insolúveis que regulam o intestino, prevenindo câncer de cólon e diminuindo o colesterol. A seguir, descubra um pouco mais sobre as uvas-passas e aproveite as suas vantagens!

Troca saudável

Na hora de optar por algum lanchinho entre as principais refeições, muitas vezes são escolhidas opções pra lá de calóricas, que podem dificultar a dieta e causar danos à saúde. Já pensou em substituir balas, chocolates e demais doces ricos em açúcares – e demais componentes como sódio e corantes artificiais, que, em excesso, prejudicam a saúde – pelas uvas passas? Além de práticas para transportar, suas qualidades nutricionais trazem muitos benefícios e o sabor também é bastante agradável. Elas são um doce natural e saudável, que ajudam a manter a saúde em dia.

Benefícios ao coração

Como as uvas em estado natural, as passas também contêm altas quantidades de flavonoides em sua composição, agindo, portanto, contra os males que podem afetar o sistema cardiovascular. Tal proteção inclui a diminuição dos radicais livres, desempenhando uma poderosa ação antioxidante no organismo.

E as liofilizadas?

Esta opção consiste em manter as frutas o mais sequinhas possíveis, deixando de lado o aspecto macio das desidratadas. A crocância com a qual elas se apresentam são atraentes ao paladar, porém, é necessário tomar cuidado com a sua ingestão, já que toda a água que a compõe é perdida durante o processo de liofilização. Seus benefícios nutricionais também continuam presentes nesta opção. Entretanto, quem opta por consumir este tipo de produto deve se lembrar com frequência de ingerir a quantidade recomendada de água para manter a hidratação corporal em ordem, que é de oito copos diários. Assim, as fibras poderão agir de forma eficaz no organismo, por meio do bom funcionamento intestinal.

FONTE: altoastral.com.br