449Visitas |  Like

Pressão descontrolada? Ligue o sinal de alerta

A pressão descontrolada é um problema comum no país e, o pior de tudo, quase sempre silencioso. Ou seja, nem todo mundo sabe que sofre com quadros de hipertensão ou que precisa de medicamentos para controlar melhor o sistema cardiovascular. Por isso, é importante estar atento.

Pressão normal x hipertensão

Você acompanha como anda sua pressão arterial? Se a reposta for negativa, saiba que você não é o único. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a estimativa é que 50% das pessoas com hipertensão não sabem que possuem a doença. Das que possuem a confirmação do diagnóstico, apenas 25% segue o tratamento.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 30 milhões de brasileiros sofrem com hipertensão. Conforme estudo conjunto da Escola de Economia de Londres, do Instituto Karolinska e da Universidade do Estado de Nova York, o número de hipertensos nos países em desenvolvimento, como o Brasil, deverá crescer 80% até 2025.

A grande preocupação é o problema costuma ser assintomático. Por isso, é preciso medir a pressão regularmente e mantê-la sob controle. A hipertensão ocorre quando a pressão é sistematicamente igual ou maior que 14 por 9. Isso acontece por vários fatores, mas o principal é a contração dos vasos sanguíneos.

Em mais de 90% dos casos, a causa de pressão sanguínea elevada é desconhecida, mas vários fatores aumentam o risco de desenvolvê-la. Dentre eles estão a idade, o histórico familiar, o excesso de sódio na alimentação, a falta de exercício, a obesidade, o tabagismo e o costume de beber grandes quantidades de álcool.

pressao-descontrolada-doutissima-istock-1

Perigos da pressão descontrolada

Já que a pressão arterial elevada nem sempre apresenta sintomas, o controle frequente ainda é a melhor maneira de evitar problemas ou iniciar um tratamento adequado junto ao seu médico.

O perigo oferecido pela hipertensão é a pressão extra sobre o coração e os vasos sanguíneos. Quando não é tratada, pode aumentar o risco de um acidente vascular cerebral – quando o fornecimento de sangue a uma parte do cérebro é interrompido – e um ataque cardíaco – quando o fornecimento de sangue para o coração é subitamente bloqueado.

Não bastasse isso, há outras complicações possíveis. Por exemplo, a embolia, que ocorre quando um coágulo de sangue bolhas de ar bloqueiam o fluxo de sangue em um vaso. Também pode ocorrer um quadro de aneurisma, em que a parede do vaso sanguíneo explode, causando hemorragia interna e demência vascular.

A pressão arterial elevada também é capaz de danificar os pequenos vasos sanguíneos em seus rins e impedi-los de funcionar adequadamente. Em caso de doença renal, você pode necessitar de tratamento com uma combinação de medicações e mudanças na dieta.

FONTE: doutissima.com.br