314Visitas |  Like

Tira-dúvidas: cólicas no bebê

As cólicas vêm acompanhada de muito choro, irritação e desconforto. Longe de ser um problema grave, a cólica geralmente é fruto do processo de maturação do aparelho digestivo do bebê, que ainda está aprendendo a processar o leite da mãe. O problema também pode ser causado pelo excesso de gases e é reflexo da alimentação da mãe, cujas substâncias consumidas passam diretamente para o pequeno através da amamentação.

Para saber mais sobre o que é mito e sobre o que é verdade quando o assunto é cólica, confira as respostas a seguir.

1- Todo choro é cólica?
Não, o motivo do choro do bebê também pode ser sono, fome ou alguma outra dor. Como o choro é a única forma que os recém-nascidos têm para se comunicar, nem sempre dá para identificar o problema com precisão.

2- Quais as causas da temida cólica?
“A cólica é uma dor do tipo espasmo que ocorre devido à imaturidade do aparelho digestivo, estresse, deglutição de ar junto com as refeições ou pelo consumo de alimentos que provocam gases”, explica Ana Cláudia Dias dos Santos, médica pediatra.

3- A cólica do bebê pode ser emocional?
Sim. Como o bebê se comunica apenas pelo seu corpo, acaba expressando seu desconforto emocional na cólica. “São as famosas reações psicossomáticas, semelhantes ao vômito em crianças mais velhas”, explica Walter Migliorini, psicanalista de crianças da Universidade Estadual Paulista (Unesp). “O estresse da mãe e da família também influencia nas cólicas do pequeno”, complementa.

4- A cólica do bebê é igual à cólica da criança?
Não. A maior causa da cólica em bebês ocorre por causa da imaturidade do intestino, que não consegue fazer os movimentos peristálticos certinhos. Já na criança, a cólica geralmente é causada por constipação.

5- No caso das lactantes, a alimentação materna influencia nas dores abdominais do bebê?
Sim. Existem alguns alimentos que a lactante ingere e que podem aumentar as cólicas no recém-nascido, como aqueles ricos em ferro (feijão) ou proteína do leite da vaca.

6- Como combater esse desconforto?
Existem várias técnicas, como massagear as pernas e a barriga do bebê, aquecer o seu abdômen com uma bolsa de água quente e medicações específicas.

7- Quais alimentos podem provocar cólicas?
Aqueles que aumentam a produção de gases, como repolho, brócolis, couve-flor, feijão, grão-de-bico, ervilha e lentilha.

8- Fazer com que o bebê elimine os gases ameniza o problema?
Sim. É possível fazer o famoso movimento de “bicicleta” ou massagear a barriguinha em movimentos circulares.

9- Como evitar a deglutição de ar?
“Na amamentação, o bebê deve abocanhar todo o bico e grande parte da aréola, vedando a entrada de ar. Por fim, coloque o bebê para arrotar logo após a mamada”, orienta Ana Cláudia.

FONTE: altoastral.com.br