278Visitas |  Like

5 dicas sobre perfumes que nunca ninguém te contou

Onde guardar e quais perfumes precisam ser reaplicados estão na lista

O perfume pode dizer muito sobre a personalidade de uma pessoa e pode ser a referência olfativa que teremos dela. Por isso, as dúvidas na hora de escolher um novo cheiro são inevitáveis: qual dura mais? Como aplicar? Qual a melhor concentração?

Alessandra Tucci, especialista em perfumes, conta cinco coisas sobre o universo dos perfumes que nunca ninguém contou:

Fixador

Segundo Alessandra, fixador não existe. O que determina a permanência do perfume na pele é a combinação da dosagem da essência no álcool, do perfil olfativo e da qualidade dos ingredientes.

Reaplicação

Perfumes frescos e leves, como os de perfil olfativo cítrico, evaporam mais rapidamente e precisam ser reaplicados durante o dia. A especialista ressalta que os com cheirinho de lavanda também entram na lista de perfumes que não permanecem na pele por muito tempo.

Perfume antigo

sobre-perfumes-citricos

Quem usa o mesmo perfume por muito tempo tem a sensação de que não está perfumado. A consultora explica que depois de um período o cérebro aciona um sistema de saturação olfativa que o impede de sentir a fragrância com a mesma intensidade. “É importante que a pessoa saiba disso para não aumentar a dose e acabar incomodando as pessoas com o cheiro forte”, completa.

Grãos de café

Segundo Alessandra, os grãos de café encontrados em lojas de perfume atrapalham a percepção olfativa ao invés de ajudar. “Eles absorvem os perfumes do ar e acabam atrapalhando ainda mais a sua percepção olfativa”, diz.

Banheiro

A especialista explica que guardar o perfume no banheiro não é uma boa ideia. “A luz e a umidade são os maiores inimigos do perfume porque aceleram o processo natural de oxidação”, explica. A dica é guardar o frasco dentro do armário, longe da luz ou até mesmo dentro da geladeira.

FONTE: mulher.com.br